Se utiliza o sistema operative Linux para o seu negócio recomendamos-lhe a compreensão do KVM (Kernel-based Virtual Machine). Localização poderá ser uma excelente solução para o seu negócio, mas primeiro vamos começar por aprender os básicos.

Aqui segue o lhe precisa de saber.

O que é Kernel-Based Virtual Machine (KVM)?

Se não está confortável com jargões técnicos não se preocupe! A compreensão da natureza complexa da infraestrutura Linux’s Kernel-based Virtual Machine é possível.

Cada peça de equipamento (hardware) ter por base o Sistema operativo (OS) Linux e é capaz de rodar KVM. Em termos simples, KVM é um software de fonte aberta que existe na virtualização.

Com um KVM permite uma máquina tornar-se um hipervisor (monitor de máquina virtual).

Pense um hypervisor como um hub ou uma colmeia de abelhas. Existe uma máquina central que opera o servidor. Como tal, cada outra máquina na rede opera como um convidado.

Para ajuda a manter a explicação simples e familiariza-lo(a), aqui segue uma lista de terminologias que irá se deparar ao operar um KVM:

  • Hospedagem

Um servidor de hospedagem é o componente principal do hardware KVM. A hospedagem liga-se a outros dispositivos numa rede e providencia dados para todos os outros dispositivos na rede.

  • Convidado

Um dispositivo convidado é qualquer dispositivo que se liga a hospedagem com o intuito de receber dados.

  • Virtualização

Virtualização refere-se a cópia de outra peça de hardware através do software open-source. Onde, irá estar a virtualizar um servidor para que múltiplos empregados possam acessar a um servidor.

Porquê utilizar um KVM?

Agora que compreendo o que é um KVM, como pode ajudar o meu negócio e será que devo considerar esta opção?

A utilização da Kernel-based virtual machine é uma ótima solução se trabalha em e com uma equipe. Qualquer negócio pode utilizar a virtualização. Mas, isso não significa que é a solução para o seu negócio.

Lembra-se quando estava na escola/faculdade e tinha trabalhos de grupo? A coordenação de tarefas podia ser complicada. Com a virtualização, qualquer pessoa da equipe pode aceder a qualquer altura e realizar o trabalho. Para além de ser eficiente, é prático.

Num prisma operacional, a utilização de KVM é um esforço para reduzir custos e aumentar a eficácia. Ao invés de pagar para mais servidores pode simplesmente utilizar um KVM.

E, como um KVM é um software open-source, está inteiramente à vontade para personalizar e configurar conforme as suas necessidades e objetivos.

Um Rápido Aviso sobre Software Open-Source

Tecnologia open-source é ótima, mas deverá tomar as devidas precauções quanto ao seu uso.

Acidentes acontecem, portanto, tenha atenção ao nível de acesso que dá aos utilizadores. Por acidente, para não pressupormos o pior, dados cruciais podem ser apagados do KVM.

Certifique-se de quem tem acesso e detêm os conhecimentos para gerir uma máquina virtual. Proteja o seu código e negócio ao assegurar a melhor (mais eficaz) formação.

Se tem qualquer questão sobre KVM, hospedagens, servidores ou segurança e privacidade, contate-nos!

Adoramos ouvi-lo(a) e ajudar o seu negócio! Poderá consultar várias das nossas opções para empresas de qualquer dimensão.

Aguardamos o seu contato!

Leave a Reply